Páginas

Translate

Contatos

Culpa

Olá Galera, tudo bom?
Hoje vou falar um pouco sobre a culpa com vocês, que de primeiro momento pode parecer inofensiva, mas na verdade ela pode ser um dos piores vilões de sua história.
Eu, particularmente, defino a culpa com uma "Guerra contra você mesma" " Você é seu próprio oponente".
Uma coisa é você querer provar algo para alguém, outro é para si mesmo. No primeiro caso, chega em um momento ,percebe que você tem sua vida e que ninguém precisa saber dela. Você é o dono da situação, portanto a opinião alheia não interfere. Em outro, como dito anteriormente, entramos em uma guerra conosco. Pessoas vem, pessoas vão. Mas você e sua consciência permanecem para sempre. Portanto devemos tratá-la, para que isso não se torne um problema.
Como vocês sabem, recentemente li "O colecionador de Lágrimas" do autor Augusto Cury, em um dos diálogos da história se refere da Culpa:

" [...] A culpa é um raciocínio complexo, de importância vital para reconhecer erros e corrigir rotas. Se for bem trabalhada, é um brilhante ferramental para desenvolver a maturidade."
"[...] Mas se for mal trabalhada deprime ou produz sociopatia. "

Como citado acima, a culpa é realmente complexa. Se chegarmos em um ponto que ela atrapalha em nosso estado mental, profissional e enfim, deveremos pedir ajuda.
 Acredito que todos já chegaram a se culpar por algo, e isso é normal, pois nos incentiva a corrigir esse erro. Para chegar a este estágio, o caminho não é fácil, mas aconselho as seguintes dicas:

1.Tente colocar no papel qual foi o fato, por que ocorreu e por que acredita que foi um erro.
2.Tente aceitar que isso ocorreu, e que é normal, todos temos o direito de errar, mas principalmente de tentar concertar.
3.Completando o segundo passo. Essa fase de acreditar que existe uma luz no fim do túnel, mais uma vez é difícil, mas deve persistir. NÃO DESANIME. Busque por pessoas, atividades e principalmente por Deus. Com uma visão pessimista não vamos encontrar soluções, mas com o olhar positivo, a resposta se torna clara.

O importante é que em todas as etapas, não devemos ocultar nada, e sim admitir. Portanto, se sentir vontade de gritar, chorar, falar. Faça. Não sinta vergonha disso.

Por último, não se compare a ninguém, já citei em outras postagens, o que faz a humanidade bonita, são as diferenças de cada ser. O que cada um leva em seu coração, e seu objetivo, destino para cumprir.
Muito obrigada pela visita.
Até a próxima.
=D

Nenhum comentário :

Postar um comentário

O que você acha?

© GAKe - Março de 2014.
Todos os direitos reservados.
Criado por: Stéfany Antunes . Modificado por:Gabriela Morais Passos(GAKe) .
Tecnologia do Blogger .
imagem-logo